Sobre nós

Levar desenvolvimento e qualidade de vida para as famílias sem comprometer o planeta. É assim que todos devemos nos comportar através da educação ambiental ao desenvolvimento de novas tecnologias produtivas, tendo o meio ambiente como prioridade. O aproveitamento das fontes renováveis de energia e soluções de eficiência energética ganham destaque nas iniciativas das empresas. Onde permitem elevar a qualidade de vida de famílias e incrementar atividades econômicas, no entanto, sem agredir a natureza. Projetos assim evitam a adoção de medidas com alto impacto ambiental. saiba mais »
Loja Redmax

Redes Sociais

RSS Feed Twitter Facebook Delicious

Cadastre seu e-mail

Invasores do recife

Postado por Defensor da Natureza em 9 de novembro de 2011 recebeu: 0 Comentários »

Com muitos braços e coberta de longos e venenosos espinhos, a estrela-do-mar coroa-de-espinhos tem um aspecto proibitivo e a reputação de uma dos mais destrutivos animais marinhos. Essas estrelas-do-mar alimentam-se vorazmente de corais vivos que compõem os recifes tropicais. Aglomerando-se muitas vezes em dezenas de milhares, movem-se como um exército que avança lentamente sobre o recife, deixando um rastro de coral destruído que levará muitos anos a se recuperar.

A estrela-do-mar tem uma forma especializada de obter a sua refeição. Faz sair o seu estômago através da boca e coloca-o em volta do coral. Os sucos digestivos digerem os animais de coral antes de ser absorvido pelos intestinos.

A coroa-de-espinhos move-se então para um novo local de alimentação, deixando para trás apenas os esqueletos brancos. Se os corais forem escassos, estas estrelas-do-mar comem algas ou bivalves. Apesar de sobreviverem durante meses sem se alimentar, podem recorrer ao canibalismo.

Essa estrela-do-mar reproduz-se durante as estações mais quentes nas suas águas nativas, entre Novembro e Janeiro. As fêmeas liberam os ovos para a água, enquanto os machos possivelmente atraídos por uma substância química produzida pelas fêmeas na desova,liberam seu esperma.

Uma vez fertilizados as larvas, eventualmente assentam na superfície  para se alimentarem de vegetação e completam o seu ciclo de crescimento. Após seis meses, apesar de ainda pequenas, as estrelas-do-mar assumem sua forma adulta e começam a alimentar-se de coral.

 

VOCÊ SABIA ?

Algumas pessoas pensam que as estrelas-do-mar tem olhos. Na realidade, o que elas tem são estruturas tipo olho na ponta de cada braço que funcionam como sensores de luz. Esse sensores contêm um pigmento vermelho que muda quando a luz é presente e permite à estrela orientar-se.

Postado em: Natureza



Resposta