Sobre nós

Levar desenvolvimento e qualidade de vida para as famílias sem comprometer o planeta. É assim que todos devemos nos comportar através da educação ambiental ao desenvolvimento de novas tecnologias produtivas, tendo o meio ambiente como prioridade. O aproveitamento das fontes renováveis de energia e soluções de eficiência energética ganham destaque nas iniciativas das empresas. Onde permitem elevar a qualidade de vida de famílias e incrementar atividades econômicas, no entanto, sem agredir a natureza. Projetos assim evitam a adoção de medidas com alto impacto ambiental. saiba mais »
Loja Redmax

Redes Sociais

RSS Feed Twitter Facebook Delicious

Cadastre seu e-mail

Espetáculo de cores no céu com as araras

Postado por Defensor da Natureza em 5 de novembro de 2014 recebeu: 0 Comentários »

Bonitas e coloridas elas são inteligentes e algumas vezes são confundidas com o papagaio, elas até pertencem à mesma família (Psittacidae), mas não falam tantas palavras quanto eles. Estamos falando das araras! Geralmente estas aves habitam as florestas tropicais (em diversos lugares do planeta, embora sejam originárias da América), no Brasil, podem ser encontradas algumas espécies no Pantanal, Floresta Amazônica e na Mata Atlântica. As principais espécies são: arara-azul, arara-canindé, arara-militar e arara-vermelha. Elas podem chegar até a 1 metro de altura e viver em média 60 anos.

As araras gostam de viverem juntas, ou seja, em bandos e amam gritar, elas usam esses gritos para se comunicarem. E você sabia que elas gostam muito de tomarem banho na chuva? Elas são realmente fofas!

Geralmente quando chegam a fase adulta elas constroem seus ninhos nos troncos de árvores ocas ou em cima de palmeiras para botarem aproximadamente de 2 a 3 ovinhos que depois de 28 dias se tornam lindas ararinhas.

Araras comem insetos, larvas, brotos, frutas, castanhas e sementes quando moram livres na natureza, mas criadas em cativeiro a dieta da arara deve ser composta de amendoim, girassol, milho verde, mamão, laranja e coco. São animais que se afeiçoam às pessoas do seu convívio com facilidade, principalmente a quem as alimenta e, como são bichos espertos, podem aprender a imitar o som de outros animais e até a dançar.

Voando e voando…a nossa amiga arara gosta muito de voar, mas não a longas distâncias, mesmo assim movimentam-se muito bem entre os galhos das árvores, devido ao formato de suas fortes patas, com quatro dedos (dois voltados para frente e dois voltados para trás) e do bico que possui formato de gancho com o qual gosta de arrancar cascas de árvores e, com isso, treinar a musculatura da mandíbula.

Infelizmente muitas pessoas fazem mal para as araras, as comercializam de maneira ilegal e também destroem as florestas, e por isso a maioria das espécies estão em extinção, sendo que, no Brasil, só existem dois tipos de araras não consideradas em extinção: a arara-vermelha e a arara-canindé. Todas as outras espécies são criadas em criadouros comerciais, fato que contribui para a perpetuação das araras.

Veja algumas espécies de araras:

Ararinha Azul 

Ararajuba 

Arara Azul 

Arara Piranga 

Postado em: Animais Silvestres



Resposta